NOTÍCIAS

Nossas alunas desafiaram os padrões no Dia da Mulher de 2016 e acabaram inspirando o Bernoulli a abordar o tema este ano com força total.

10
mar

DIA DA MULHER NO BERNOULLI É DIA DE REFLEXÃO E ENGAJAMENTO

Dia da Mulher

No ano passado, um grupo de alunas preocupadas com a influência dos padrões de beleza na autoestima das meninas e mulheres do Bernoulli colaram um cartaz com uma mensagem de solidariedade em uma de nossas unidades.


No cartaz, colado no espelho de um banheiro, lia-se: “Imagens neste espelho podem estar distorcidas por padrões de ‘beleza’. Você é linda”.

Um ano depois, a atitude serviu de inspiração para a campanha de conscientização com maior engajamento da nossa história.


O resultado foi a campanha “Se enxerga, menina”. O conceito, que subverte uma frase normalmente utilizada como forma de ofensa, foi explorado com textos motivacionais e ações interativas. O objetivo foi incentivar alunas e funcionárias a enxergarem não só sua beleza, mas também seu talento e sua inteligência.


Uma data marcante e inúmeras homenagens.


No Dia Internacional da Mulher, as alunas e alunos encontraram cartazes motivacionais e histórias de mulheres que conseguiram conquistar seu lugar apesar das dificuldades.


Além disso, Bernoulli instalou um espelho convidando alunas e funcionárias a lançar um novo olhar sobre si mesmas. As frases “Se enxerga, menina” e “Ser bonita é ser você” podiam ser lidas no topo dos espelhos.


Dentro dos banheiros, o colégio recriou os cartazes das alunas com seus textos originais, mostrando como o Bernoulli está pronto para ouvir as ideias e pontos de vistas dos estudantes.

 

O colégio ainda distribuiu espelhos de bolso de brinde. Os espelhos eram acompanhados do mote da campanha, simbolizando nosso desejo de ver meninas e mulheres levando a capacidade de enxergar suas qualidades independentemente dos padrões.


Diversas manifestações espontâneas


Confiando na postura aberta do Bernoulli, alunos e professores realizaram diversas manifestações que resultaram em ainda mais engajamento no Dia da Mulher.


Em várias unidades, as alunas e professoras do Bernoulli utilizaram batons em tons fortes como uma analogia à força da mulher, levando a manifestação para as redes sociais com a hashtag #fortecomomeubatom.


Já as professoras e professoras se manifestaram discutindo um dos padrões mais comuns na sociedade, a diferenciação entre “coisa de homem” e “coisa de mulher”. Para problematizar de forma irreverente, usaram adereços que desafiaram os rótulos de gênero.

 
Uma data para refletir


O Dia da Mulher deste ano foi especial para o Bernoulli. Com as atividades, esperamos reforçar a importância de abordar a data não só como um dia de homenagens, mas também como um momento de reflexão sobre as desigualdades da sociedade.